Fique em casa!

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Fique em casa!

A quarentena continua. Além de trazer diversos desafios, oferece também algumas oportunidades. Confira algumas dicas para facilitar a experiência do confinamento.

Não tem jeito. Estamos no meio de uma grande crise mundial. A pandemia do Covid-19 é o maior desafio para a humanidade desde a Segunda Guerra Mundial. Além dos impactos de vidas perdidas, sofrem também toda a cadeia econômica global, trazendo ansiedade e receio sobre o presente e o futuro. 

Vamos nos reerguer juntos, mesmo que ironicamente tenhamos que ficar separados para isso. A quarentena é a forma recomendada pelas autoridades competentes para frear o avanço do novo coronavírus. Aos que têm o privilégio de fazê-lo, fique em casa. Lave sempre bem as mãos, higienize superfícies e objetos, principalmente os que tiveram contato com o mundo exterior, e mantenha uma rotina de tarefas visando seu bem estar físico e mental.

Oferecemos a seguir algumas dicas de como fazer isso.

Socialização

Ao contrário do que pode parecer, neste momento é muito importante socializar como forma de manter a saúde mental. Muito se fala de isolamento social, termo que foi corrigido pela OMS (Organização Mundial de Saúde), mas que por ser amplamente usado pela mídia, acabou se popularizando. 

O correto é o isolamento físico, principalmente das pessoas do grupo de risco, já que a socialização ainda é possível, e muito recomendada, através das diversas ferramentas sociais.

Ferramentas como o Zoom e o House Party se juntam aos já populares Skype, Whatsapp, Instagram, Facebook e outros para nos manter conectados. Mesmo uma reunião de trabalho virtual tem efeito importante em nosso dia-a-dia. Então aproveite a tecnologia para manter, e até refazer, o contato com familiares e amigos, amenizando as saudades e até celebrando as vitórias da vida. Unidos sairemos desta mais fortes. Tem solução até para quem sente falta do barulho de pessoas ao redor (veja aqui).

Informação

É importante buscarmos informações sobre o cenário da pandemia, afinal ela tem grande impacto em nossas vidas. Porém, o excesso de informação, muitas vezes conflitantes, pode atrapalhar mais do que ajudar, gerando uma ansiedade prejudicial.  

O recomendado é separar uma pequena parte do seu dia para se atualizar das notícias, deixando o restante para outras tarefas que tirem o nosso cérebro das preocupações. O horário vai de cada um. O importante é buscarmos veículos confiáveis, evitando as infinitas fake news que se proliferam. 

Não acredite (e nem compartilhe!) em tudo o que receber pelo Whatsapp e Twitter. Sempre procure a fonte da notícia e canais de comunicação que fazem a curadoria das informações por você. É caso do Meio, que oferece uma newsletter gratuita diária, reunindo de forma resumida, clara e simples os acontecimentos mais importantes (veja aqui). 

Educação

Mesmo que a rotina de trabalho continue de casa, sempre vai sobrar o tempo que antes era usado no deslocamento. Então porque não usar esta oportunidade para aprender e se desenvolver? 

Muito já faziam isso através dos sempre recomendados podcasts. Além de uma ótima fonte de informação, existem diversas opções educativas, nos mais variados campos. Através dos agregadores ou plataformas como Spotify e Deezer, basta buscar por palavras chaves o campo do seu interesse para encontrar inúmeras alternativas. Você pode começar pelas  recomendações que já fizemos no passado (veja aqui).

Outra opção são os inúmeros cursos liberados gratuitamente, ou com um grande desconto, pelas plataformas de ensino a distância como a Alura e a Udemy. O Youtube também é um excelente canal, assim como os aplicativos. Já havíamos recomendados alguns ideais para o aprendizado de música (veja aqui), mas também temos o curso de desenho da Faber Castell como indicação (veja aqui). As opções são praticamente infinitas. Basta uma busca rápida para encontrar um assunto que te interesse.

A Culinária é um campo que merece destaque. Além de continuar comprando de restaurantes locais através de delivery, ajudando a mantê-los abertos, é uma hora propícia para aprimorar, ou dar os primeiros passos na cozinha. O Panelinha (veja aqui), site da especialista Rita Lobo, traz diversas receitas e dicas, tanto para pratos individuais, quanto na lista de compras e na lavagem da louça. 

Existe ainda a grande oportunidade de ampliar seu horizonte artístico. Museus de todo o mundo estão liberando seus tours virtuais (veja aqui). O app Masp Áudios, a plataforma online do MAM, o #Pinadecasa no Instagram e o SP-Arte também merecem destaque no campo cultura.

Aproveite a chance de viajar pelo mundo e pela história através da arte. 

Diversão

Para relaxar não faltam alternativas. Claro que vamos começar com a música, e sua tão importante função neste momento, como já falamos (veja aqui). Além de conteúdos preparados especialmente para a ocasião, como o oferecido pelo Deezer (veja aqui), neste cenário de impossibilidade de realizar shows, proliferam-se as lives, no Youtube e Instagram, de artistas como Marília Mendonça, Henrique e Juliano, Matheus e Kauan e Gusttavo Lima. Acompanhando seus ídolos nas redes sociais, certamente encontrará a data para sua próxima apresentação.

No universo dos games se multiplicam as promoções das plataformas de streaming como Steam e suas concorrentes da Sony, Nintendo e Microsoft. Os campeonatos de e-sports ganham cada vez mais adeptos, como uma alternativa para os esportes tradicionais que estão suspensos, mas que também se mantém presentes na forma de jogos históricos que estão sendo reprisados na TV. 

Falando em TV, vários canais estão com seus sinais abertos neste período de quarentena: ESPN, FOX, Telecine, National Geo são alguns exemplos. Nos seus serviços de streaming, destacamos o conteúdo oferecido pelo Telecine, Globo Play (não tudo, mas principalmente público infantil) e SPcine Play.

No campo da leitura, Amazon e Google Livros oferecem grandes descontos em seus e-books. De clássicos a lançamentos, horas de entretenimento estão disponíveis a preços bem acessíveis.

Para ocupar a criançada a lista também é extensa. De filmes e séries em plataformas de streaming, até canais especializados do Youtube, com inúmeras atividades guiadas, as indicação vão para o riquíssimo conteúdo disponibilizado gratuitamente pela autora de Harry Potter (veja aqui) e os incríveis espetáculos, que também agradam aos adultos, do Cirque Du Soleil (veja aqui).

Saúde

A primeira, e mais óbvia dica, é para que fiquem em casa, sempre lavando as mãos. São as ações básicas e principais para evitar o contágio.

Além disso temos a prática de exercícios físicos, que se adaptaram através de aulas virtuais oferecidas pelas academias fechadas, que chegam até a oferecer o aluguel de equipamentos, ou aplicativos, como o da Adidas, que liberou seu conteúdo premium completo (veja aqui). São exercícios para todos os níveis, envolvendo apenas o peso do corpo, ou poucos objetos facilmente encontrados em casa.

Mesmo que a prática de caminhadas não seja recomendada, abre-se uma exceção no caso dos pets. Passear uma vez ao dia, buscando horários de menor fluxo e respeitando o distanciamento de pelo menos 2 metros, é importante para manter a saúde dos cães.

A saúde mental também é fundamental. Além de ocupar o dia com as atividades sugeridas anteriormente, sugerimos a criação de uma rotina, para facilitar a adaptação a este momento difícil. Praticar o mindfulness através da meditação é uma ótima sugestão para combater a ansiedade comum neste cenário (veja aqui). Aplicativos como Lojong e Calm são excelentes alternativas. 

Equilíbrio e União

Por último, mas não menos importante, fica a mensagem de se buscar o equilíbrio. De todas práticas sugeridas, mescle aquelas que mais te agradam, alternando na sua rotina diária. É a forma mais saudável de passarmos por este momento. O monge Satyanatha, que ficou 7 anos isolado em um monastério, deu várias dicas neste sentido (veja aqui), assim como os episódios recentes do Nerdcast (veja aqui) e do Braincast (veja aqui).

Lembrem-se que tudo isso vai passar. Temos a chance de fazer grandes mudanças na economia, cultura e política mundiais, mas para isso é necessária, mais do que nunca, a união e solidariedade. A Abramus, assim como as outras associações e órgãos da indústria musical, estão juntas buscando minimizar os impactos da crise.

Faça a sua parte. Continue apoiando a música e as artes. Ajude alguém mais necessitado como puder, e antes de tudo, fique em casa!

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER