Marcando Presença

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Marcando Presença

Publicado em 03/03/2021

Aprenda como se posicionar no ambiente digital e conquiste o seu espaço com 7 dicas para qualquer músico construir uma base de fãs nas redes sociais.

A gente sabe que nem todo músico, especialmente em início de carreira, tem condições de contratar uma agência ou montar uma equipe para administrar suas redes sociais. Então, o que fazer?

Nós iniciamos uma série de postagens, em parceria com a Agência Métrica,  com dicas de marketing digital para solucionar as dúvidas dos nossos seguidores, desde as mais básicas (impulsionamento de posts aqui) até mais abrangentes (conteúdo atrativo no Instagram aqui), ou sobre recursos específicos e novidades (entenda o Reels aqui) sempre ouvindo o que vocês mais precisam. 

Hoje damos uma pausa no Instagram, para analisar o ambiente digital como um todo, propondo dicas para serem aplicadas no seu posicionamento macro em todas as plataformas. Mesmo iniciante e sem uma estrutura de apoio, você é capaz de aplicar simples medidas que fazem toda a diferença.

Vamos lá!

Trabalho não é tudo!

O primeiro erro básico é encarar as redes sociais apenas como um espaço de divulgação. Esqueça a mão única e encare como uma via de mão dupla, de relacionamento. Dando e recebendo, se cria um vínculo que transforma interessados em fãs e disseminadores. 

As pessoas nas redes têm suas necessidades, que certamente não são só consumir propaganda. Entenda o que elas querem. Quando sentirem que você está suprindo alguma demanda, voltarão sempre e não terão problemas em consumir também o seu trabalho.   

Re-la-cio-na-men-to!

Já que você não é o centro das atenções nas redes sociais, dividindo o espaço igualmente com os seguidores, para essa relação avançar e se tornar cada vez mais íntima e boa pra todo mundo, não tem muito mistério. Assim como em um namoro ou casamento, o segredo está no diálogo.

O seguidor quer te ouvir, mas também quer falar! Então escute. Interaja nos comentários, responda os directs, assista aos stories dos fãs mais fiéis e curta suas postagens. Entrando nesta dinâmica, você aprenderá muito sobre os seus seguidores e, passo-a-passo, vai ampliar sua base e ser reconhecido como alguém que vale a pena acompanhar.  

Artista também é gente

Ainda existe uma ideia de que o músico/ídolo é um ser inalcançável, mas isso está acabando. As redes sociais, como acabamos de dizer, são um espaço de igualdade e troca. Então, se estamos todos no mesmo barco, mostre que você também é humano, assim como seus seguidores.

Não precisa expor tudo, afinal todos temos direito à privacidade. Vá aos poucos mostrando seus bastidores, os perrengues, a sua história, vitórias e derrotas. Crie este laço de intimidade, aprofundando a relação e transformando seguidores em amigos, até onde for possível. 

Rir de si mesmo engaja muito mais do que um “ouça aqui agora!”. Aprenda a equilibrar os conteúdos e conquiste a admiração verdadeira dos fãs. Os stories, e seus muitos diferentes recursos, são ótimos para isso (saiba mais aqui). 

Por trás da cortina

Se precisamos resistir à tentação de apenas divulgar o nosso trabalho, tem uma parte dele que não só podemos, como devemos expor. Mais do que o ponto final, é a viagem, o processo que levou até lá, onde está escondido o verdadeiro valor. 

Compartilhe backstages, reforçando a humanização e mostrando o tanto de gente e trabalho duro envolvido. Aquele clipe lindão não surgiu do nada. Não desperdice esse rico material e transforme tudo em conteúdo. Composição, ideias, sentimentos, viagens de turnê… Não deixe nada de fora. 

Ídolos ao quadrado

Se hoje você está no papel de atrair seguidores e fãs, um dia já esteve do outro lado. Alguém (ou vários “alguéns”) despertou seu interesse pela música e a vontade de viver dela. Mostre isso. Exponha suas referências e ídolos, reforçando mais uma vez a humanização, a sua história e parte do seu processo para estar onde está. 

Se um dia você sonhou em se tornar músico, certamente boa parte dos seus fãs também tem o mesmo sonho. Divida isso com eles e seja um guia. Esse tipo de laço é duradouro e vai te levar longe. Sem falar que amplia a sua rede de artistas “parceiros”, tirando o foco só de você e criando oportunidades de ser visto pela base de outros músicos.    

Diversificar para engajar

A competição é grande nas redes sociais. Então para manter a atenção não pode ficar na mesmice. Além dos vários conteúdos que falamos nos pontos anteriores, vez ou outra, fuja do ambiente só da música e explore os assuntos do momento. Comentar sobre um meme, ou programa de TV que todos estão assistindo, pode ser o que falta para completar a salada de humanização e aproximação que você busca. 

Não é tudo, mas é o principal! 

Agora vamos voltar ao começo. Aprendemos a diversificar e explorar várias nuances da nossa rotina e trajetória para criar uma relação verdadeira e duradoura com os fãs. Com isso feito, a divulgação do trabalho, o grande objetivo final, se torna consequência e muito mais fluida e natural. 

A chave está em equilibrar as postagens. Um público realmente cativo vai sempre querer mais do que você tem a compartilhar. Então não perca tempo. Cante, toque e mostre todo o seu talento.    

Fonte: Petterson Farias

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER