Mão na Massa!

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Mão na Massa!

Publicado em 02/12/2020

Aprenda como aproveitar melhor os diferentes recursos e formatos de postagem no Instagram. Explore as particularidades e vantagens de Reels, IGTV, Stories, Lives e Feed.

Aqui estamos nós novamente desbravando os segredos e possibilidades do Instagram. Depois de ensinar o passo-a-passo básico para impulsionar seus posts (veja aqui) e dar diversas dicas para produzir conteúdos engajadores de qualidade (veja aqui), chegou a hora de ir um pouco mais fundo, entendendo as particularidades e vantagens de cada formato de postagem disponível na plataforma.

Sem mais delongas, hora de pôr a mão na massa!

Feed

Onde tudo começou! Há muitos anos atrás o Instagram só tinha o feed. Apesar de muitos acharem que não tem mais tanta relevância, ainda é preciso ter em mente algumas coisas. 

O feed provavelmente será o primeiro contato que as pessoa terãos com o seu perfil. Por isso é importante tratar com atenção o conteúdo que postar lá. Um dos fatores fundamentais é buscar uma unidade visual, uma estética que dê um ar mais agradável e profissional ao seu perfil. 

Tente visualizar cada post do seu feed como parte de uma coisa maior. Se, ao preparar uma nova postagem, você achar que ela não “conversa” bem com as outras, o ideal é refazer. Ao mesmo tempo que isso dá um pouco mais de trabalho, também ajuda na hora de pensar nos posts futuros, servindo sempre como base e dando um norte de por onde seguir.

Planejamento e consistência são as palavras chaves. Com esse foco e lembrando sempre de usar as hashtags, e mesclar postagens de foto única, com vídeos e carrosséis, seu feed rapidamente se tornará motivo de orgulho. 

Stories

O stories é um recurso de 2016, que veio ganhando novas funções e popularidade, se tornando o principal foco de muitas pessoas, ao navegar pelo Instagram.

Como o nome sugere, é um espaço para contar histórias. Em formato vertical, ele serve tanto para fotos, quanto vídeos curtos, que aparecem por apenas 15 segundos para os seguidores. Além disso, eles desaparecem depois de 24 horas, tornando necessário salvar os mais importantes no espaço de destaques do seu perfil. 

Já que 15 segundos não costuma ser tempo suficiente para contar uma história, tenha em mente que os bons stories são aqueles que “andam em bando”. Pense em uma sequência de pelo menos 3 stories para contar sua história, tentando sempre seguir o clássico “começo, meio e fim”. 

Partindo dessa premissa e experimentando os vários recursos (gifs, enquetes, figurinhas, marcações, filtros, boomerang, etc.) é possível gerar um conteúdo mais voltado para o lado humano, com foco em atrair a empatia das pessoas. 

Já que, diferente do feed, os stories permitem a inclusão de links externos, aproveite o espaço para, além de criar uma interação mais aproximada com o público, direcionar ele para outros ambientes que sejam do seu interesse, como o seu novo clipe no YouTube, ou seu perfil do Spotify.

IGTV

Derivado dos stories, mantendo a mesma visualização vertical, o IGTV foi lançado em 2018 com a difícil missão de competir com o YouTube. Diferente do antecessor, a proposta são vídeos de alta qualidade e duração elevada (até 1 hora).

O objetivo não foi realmente alcançado, e o YouTube ainda é a maior referência para este tipo de vídeo, sem falar na concorrência do formato do momento, lançado pelo Tik Tok, que veremos mais adiante no Reels.

Porém, nem tudo está perdido. Mesmo com menos espaço e relevância, o IGTV, por fazer parte de todo esse ecossistema do Instagram, ainda pode servir como formato de apoio quando você precisar divulgar e, o mais importante, ter salvo, com acompanhamento de métricas de consumo e de fácil acesso, algum conteúdo em vídeo que o seu público deva acessar. 

É melhor manter o público em uma única plataforma, do que espalhar por várias. Por isso, sempre tenha uma versão dos seus vídeos dentro do IGTV. Lançou um novo clipe, ou fez uma live? Tenha tudo isso salvo também no IGTV. 

Live

Grande sucesso em tempos de pandemia, as Lives já vinham ganhando mais espaço, especialmente por causa da Twitch. Querendo cada vez mais fazer parte do conteúdo gerado por seus ídolos, o público tende a se engajar mais neste tipo de “evento”. 

O próprio Instagram valoriza este tipo de conteúdo, mandando o seu vídeo ao vivo para o início da lista de conteúdos de seus seguidores (aparecem como os primeiros stories), muitas vezes enviando inclusive um alerta. 

Por isso podemos considerar um conteúdo nobre, ideal para aproximar o público e oferecer conteúdos exclusivo, como bastidores. Além de mais engajamento, mesmo que fique salva depois no IGTV, a live possui um senso de escassez ótimo para prender ainda mais a atenção das pessoas. Se você ainda não fez uma, planeje bem alguma ação especial, que tem tudo para gerar bons frutos. 

Reels 

Finalmente o queridinho do momento. Lançado este ano para competir com a popularidade crescente do Tik Tok, especialmente entre os mais jovens, o Reels pode até parecer um simples stories, mas com algumas diferenças fundamentais.

O controle de cortes, efeitos, velocidade e, especialmente, de músicas que a ferramenta dispõe, abre um universo novo, que requer muita dedicação, para se especializar, e tempo, para produzir conteúdos de qualidade.

Por ser tão novo, a maioria das pessoas ainda estão tentando entender do que se trata, o que torna o momento perfeito para se aprofundar no uso do recurso e se destacar. 

Lar da febre dos desafios de dancinhas, o reels precisa estar no radar de todos que trabalham com música e, se vocês quiserem, pode até ganhar um post mais detalhado no futuro. 😉

Texto desenvolvido em conjunto com a Agência Métrica.

Fontes: Neil Patel, Post Digital e Máfia do Marketing.

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER