VOLTAR

Tudo o que você sempre quis saber sobre ISRC

Você já aprendeu neste texto que fonograma é a fixação de uma obra musical em algum suporte material, ou seja, a gravação da obra. E para que os titulares dos fonogramas recebam pela execução pública destes, todos devem estar cadastrados na base de dados do Ecad. Mas como cadastrar os fonogramas? Este cadastro deve ser feito por meio do ISRC, que é o código que identifica as gravações. É ele que garante a correta distribuição dos direitos conexos.

ISRC é a sigla para International Standard Recording Code, ou Código de Gravação Padrão Internacional. Ele é o código-padrão internacional de fonogramas (músicas, gravação) e videofonogramas (clipes). Foi desenvolvido para facilitar o intercâmbio de informação sobre gravações e simplificar a sua administração. Não se pode reutilizar um ISRC anteriormente fixado para uma outra gravação.

Portanto, cada fonograma tem seu próprio e único ISRC.

Dito isso, o cadastro do ISRC é feito através do software Sistema ISRC (SISRC) pelo Produtor Fonográfico (saiba como adquirir sua cópia do SISRC no fim da reportagem). É muito importante que todos os titulares que participaram da gravação sejam cadastrados no ISRC com o nome completo e CPF, para facilitar a identificação.

Confira agora o significado dos 12 caracteres que compõem o ISRC:

 

BR-XXX-18-00001

BR: sigla do país onde o ISRC foi gerado.
XXX: sigla (sempre com três dígitos) do código do Produtor Fonográfico responsável pelo ISRC.
18: campo que indica o ano em que o ISRC foi gerado.
00001: corresponde ao sequencial. O primeiro ISRC gerado no sistema sairá com o final 00001, os próximos serão 00002, 00003 e assim por diante.

 

Quem é quem no fonograma?
Relembrando: do valor distribuído pela execução de uma música, dois terços são destinados para a parte autoral, e um terço para a parte conexa.

Os titulares dos fonogramas são intérpretes, músicos acompanhantes e produtores fonográficos. A mesma pessoa pode desempenhar mais de um papel no fonograma.

Intérprete: é o artista que interpreta a música. Recebe 41,7% dos valores arrecadados.
Produtor Fonográfico: é a pessoa, física ou jurídica, responsável pela gravação do fonograma. Pode ser uma gravadora, o próprio artista ou qualquer pessoa física ou jurídica que tenha arcado com os custos da gravação. É ele quem faz o cadastro do fonograma na associação, junto ao Ecad. Assim como o intérprete, sua participação é de 41,7%.
Músico: pode ser Músico Acompanhante ou Músico Arranjador. Pode haver um ou mais músicos em um fonograma (instrumentistas, backing vocal etc.). Os 16,6% restante do que é arrecadado é distribuído entre os participantes desta categoria.

Como baixar e usar o SISRC?
Para solicitar o SISRC junto à Abramus, você deve ser nosso filiado na categoria Produtor Fonográfico e solicitar o registro de Produtor Fonográfico através do e-mail atendimento.isrc@abramus.org.br.

 

Ainda tem alguma dúvida? Então entre em contato com a gente!

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER