VOLTAR

Créditos retidos: o que são e como esse problema é resolvido

Você pode estar deixando de receber corretamente seu dinheiro. Saiba os erros mais comuns e previna-se!

Créditos retidos: o que são e como esse problema é resolvido

Sua música está sendo executada em qualquer lugar, mas mesmo assim você não recebeu nada que deveria por isso?

 

É hora de conferir se está tudo certo com seus cadastros de obras e fonogramas: eles podem ter gerado créditos retidos.

 

Explicando melhor

 

Se uma música for captada pelo Ecad mas apresentar inconsistência ou ausência de informações, ela não é identificada.

 

Portanto, os valores referentes a ela não são distribuídos para autores, intérpretes, editoras e os demais titulares.

 

Isso pode ocorrer por vários motivos, como por exemplo:

 

  • falta de cadastro da obra ou do fonograma (ISRC)
  • falta de informações no cadastro da obra e referências de intérprete
  • duplicidades
  • divergência entre as grafias cadastradas e captadas
  • nomes incorretos, entre outros.

 

Para os músicos, pode acontecer de o nome estar cadastrado incorretamente no ISRC da gravação, ou estar cadastrado apenas com o pseudônimo.

 

Agora que você entendeu o porquê, que tal saber como liberar esse dinheiro?

 

Antes de mais nada, é importante dizer que a Abramus se esforça, junto ao Ecad, com o objetivo de fazer a correta identificação e repassar os valores da forma devida aos seus associados.

 

Trabalhar a identificação do repertório dos nossos titulares é fundamental para garantir bons resultados.

 

No ano passado, 38% dos valores distribuídos pela Abramus são exatamente destas verificações diárias que diversas de nossas equipes realizam.

 

Mas você também pode nos ajudar com seguintes passos:

 

Primeiro, você deve acessar o Portal Abramus (se ainda não é nosso filiado, saiba como se filiar nesse post).

Lá dentro você tem total acesso ao repertório cadastrado e aos créditos retidos, estes últimos na área “Não Identificado”.

 

Basta usar nossa busca de acordo com a obra, o fonograma ou o titular.

 

Após identificar que sua obra ou fonograma geraram créditos retidos, solicite a identificação dos mesmos preenchendo os campos disponíveis.

 

Pronto!

 

A pesquisa também pode ser solicitada junto ao atendimento da sua unidade, pois quando não há cadastro não é possível liberar direto pelo portal.

 

Mas lembre-se, existem períodos de pagamentos e seu pagamento ainda pode estar sendo processado, veja os meses e períodos correspondentes aqui.

 

Caso você tenha informado corretamente os dados, os créditos serão liberados no mês seguinte.

 

Vale lembrar que, quando há a liberação, estes valores são corrigidos monetariamente.

 

Fique atento: os créditos não esperam para sempre

 

Os créditos ficam retidos até o prazo de 5 anos.

 

Caso não sejam identificados, eles prescrevem e são redistribuídos, preferencialmente para os titulares das músicas executadas no mesmo segmento da origem dos valores.

 

Resumindo

 

Créditos retidos são valores que não foram distribuídos por alguma falha de identificação ou de cadastro.

 

A Abramus trabalha diariamente para liberar esses créditos aos seus titulares, mas você pode nos ajudar através do Portal Abramus ou na sua unidade.

 

Depois de 5 anos, os créditos retidos prescrevem e são redistribuídos.

 

Tem alguma outra dúvida?

 

Fale conosco!

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER