José Rico – Adeus a um dos artistas que marcaram história na música sertaneja

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

José Rico – Adeus a um dos artistas que marcaram história na música sertaneja

Por Linhas Comunicação

“Se você é o José Rico, então pode me chamar de Milionário”. Assim nasceu uma das duplas sertanejas mais queridas do Brasil. Vítima de um infarto, aos 68 anos, o cantor José Rico, associado da ABRAMUS, faleceu no último dia 3 de março, após 42 anos de estrada, 28 discos gravados, 35 milhões de cópias vendidas, além de dois filmes e dois DVDs. Conhecido como “garganta de ouro”, o cantor natural de São José do Belmonte, no Sertão de Pernambuco, elegeu Terra Rica, no interior do Paraná, para começar sua carreira ao lado do cantor Milionário, no ano de 1973.

jose-rico1-620x450

(Foto: DR – Direitos Reservados)

Desde então, surgiram grandes sucessos da dupla, como “Na estrada da Vida” e “Sonhei com Você”, entre outros hits sertanejos que marcaram décadas. “É impossível descrever nossa tristeza, estamos todos em estado de choque”, lamentou sua assessoria, por meio de nota. Chitãozinho & Xororó, associados da ABRAMUS, aproveitaram as redes sociais para comentar a dor que sentiam pela morte do amigo. “Alguns sentimentos se traduzem melhor em imagem. E é justamente assim que queremos pensar e lembrar deste grande artista que a música brasileira acaba de perder”, escreveu a dupla, postando uma foto onde aparecem abraçados com José Rico na gravação do DVD “40 Anos Chitãozinho e Xororó – Entre Amigos”.

Somos todos “zum”

José Alves dos Santos, nome de batismo de José Rico, começou sua carreira musical tocando em circos pelo interior do País.  Depois de formar a dupla Milionário & José Rico, se tornou um dos compositores mais importantes da música sertaneja brasileira. Em 1980, estrelou o filme “Estrada da Vida”, dirigido por Nelson Pereira dos Santos e, ao lado de seu parceiro, também protagonizou o longa “Sonhei com Você”, lançado em 1989.

Entre os maiores sucessos estão “Amor dividido”, “O Tropeiro”, “A carta”, “Viver a Vida” e “Estrada da Vida”, composta por José Rico. Ele inclusive chegou a se separar de Milionário durante três anos, no início dos anos 90, mas logo retornou a parceria, para alegria dos fãs da música sertaneja. Atualmente, a dupla vinha mantendo uma média de 170 shows por ano. Ele era casado com Berenice e tinha dois filhos gêmeos, Samy e Sara.

Sua marca registrada ia muito além dos colares largos e anéis de ouro. Ou da mão na orelha e dos óculos escuros que usava com frequência para cantar. José Rico, que chamava a todos que conhecia de “zum”, mantinha o carisma e a voz como seus principais atributos. A partir de agora, é a música que irá chorar de saudade.

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER