Seresta de Sexta dos Trovadores Urbanos

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Seresta de Sexta dos Trovadores Urbanos

A “Seresta de Sexta” acontecerá  até o final do ano, todas as sextas, de 20h00 às 21h30  , na Casa dos Trovadores Urbanos (SP)

As apresentações, com voz e violão, geralmente feitas por uma dupla de trovadores, começam na charmosa varanda da casa, que também é o escritório do grupo. Conforme as pessoas vão chegando e se juntando na calçada, com o clima romântico dominando o lugar, os músicos descem para ficar mais próximos do público e terminam a apresentação com canções que podem ser escolhidas por qualquer dos presentes.

O repertório hoje (8) será de marchinhas antigas de carnaval:

MARCHINHAS ATÉ 1920

O abre alas (Chiquinha Gonzaga) de 1899

O pé de anjo (Sinhô)

Dá nela (Ary Barroso)

 

MARCHINHAS ANOS 30  

O teu cabelo não nega (Lamartine Babo e Irmãos Valença)

Cidade Maravilhosa (André Filho)

Pierrô apaixonado (Noel Rosa e Heitor dos Prazeres) Joel e Gaúcho

Mamãe eu quero (Jararaca e Vicente Paiva)

Balancê (João de Barro e Alberto Ribeiro)

Eu dei (Ary Barroso)  

 

MARCHINHAS ANOS 40

Malmequer (Newton Teixeira e Cristóvão de Alencar)

Upa! Upa! (A canção do trolinho) Ary Barroso)

Alah-lá-ô (Haroldo Lobo e Nássara)

Nós os carecas (Roberto Roberti e Arlindo Marques Jr.)

O cordão dos puxa-saco (Roberto Martins e Frazão)

 

MARCHINHAS ANOS 50

Confeti (J. Júnior e David Nasser) Fr

Sassaricando (Luiz Antônio, Zé Mario e Oldemar Magalhães)

Cachaça (Mirabeau, Lúcio de Castro e Heber Lobato)

Saca-rolha (Zé da Zilda, Zilda do Zé e Waldir Machado) Zé da

Maria Escandalosa (Armando Cavalcanti e Klecius Caldas)

Turma do funil (Mirabeau, Mílton Oliveira e Urgel de Castro)

Quem sabe, sabe [Jota Sandoval (Joel de Almeida) e Carvalhinho]

Acorda Maria Bonita [Antônio dos

MARCHINHAS ANOS 60  

Me dá um dinheiro aí (Ivan Ferreira, Homero Ferreira e Glauco Ferreira)

Desfolhei a margarida (Elzo Augusto e José Saccomani)

Índio quer apito (Haroldo Lobo e Mílton de Oliveira)

Cabeleira do Zezé (Roberto Faissal e João Roberto Kelly) J

Doce de coco (Vicente Longo e Waldemar Camargo)

Mulata iê iê iê (João Roberto Kelly)

Máscara negra (Zé Keti e Pereira Mattos)

Coração de jacaré (J. Nunes e Dom Jorge)

Transplante de corinthiano (Manoel Ferreira, Ruth Amaral e Gentil Junior)

Bandeira branca (Max Nunes e Laércio Alves)

Me dá um gelinho (Manoel Ferreira e Ruth Amaral)

Site:  www.trovadoresurbanos.com.br
Telefone:  (11)2595 0100
Endereço: Rua Aimberê, 651, Perdizes
Funcionamento:  sextas  de 2013, até 20  de Dezembro.
Horário:  de  20h   às 21h30
Gratuito

 

Fonte: Maida Novaes – Trovadores Urbanos

*Imagem: Acervo Trovadores. Direitos Reservados

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER