Pollyanna Alves e o seu Axé In Roll

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Pollyanna Alves e o seu Axé In Roll

A artista Pollyanna Alves é uma capixaba de 32 anos, nascida na Terra do Rei Roberto Carlos, Cachoeiro de Itapemirim no Espirito Santo, onde é carinhosamente chamada pela imprensa local de Rainha da Terra do Rei. A menina de Cachoeiro, como ela se autodefine, completou no mês de Agosto de 2012, 14 anos de carreira na música e 24 anos de arte, já que Pollyanna é bailarina e atriz profissional, além de empresária no meio artístico. Começou o ano de 2012 tão bem quanto encerrou 2011, quando foi homenageada e indicada ao Troféu da Revista Barra Legal. Única artista a receber o troféu neste ano.

A artista é atuante e defende com afinco o novo, como ela mesma nos afirma em entrevista exclusiva, “a música brasileira não precisa de revelação, o que precisamos é tão somente evoluir e buscar inovação”.

 

Para comemorar os seus aniversários artísticos, Pollyanna lançará ainda este ano, o disco que celebra os seus 14 anos de estrada. O 12º disco de sua carreira, intitulado “Pollyanna Alves Axé In Roll”. A artista lançará o fonograma em 2 formatos: do modo tradicional de um Cd, com capa, encarte, bolacha e também o Pen Card que é uma inovação digital, onde os fãs, imprensa, rádios poderão escolher o formato mais conveniente para ouvir, em wave, mp3, mp4, Bluray, além de poder conferir digitalmente o encarte formulado para computador, papeis de parede e muito mais.

A artista afirma quando questionada por nós, que é preciso evoluir e acrescenta, “já que o CD virou apenas cartão de visita no Brasil, eu pretendo dar ao meu público e às pessoas que acompanham meu trabalho indiretamente, um disco em formato de cartão de visitas com entrada USB, que poderá ser conectado a qualquer aparelho com entrada para o mesmo”.

Pedimos para a artista falar um pouco sobre o seu novo trabalho e as novidades que os fãs poderão esperar do Axé In Roll e ela respondeu: “este disco é um presente para os meus fãs, é um misto de tudo que já gravei nesses 14 anos, em novas roupagens, produzido por Adson Santana, Radamés Venâncio, Rhamon Macedo e eu. Foi remixado e remasterizado por Marquinho Carvalho (Engenheiro de Som de Daniela Mercury). Hoje eu quero o público que me quiser, eu quero mais que tudo, sentir prazer no que faço. O resto é o resto.”

ABRAMUS – Por que você escolheu ritmos africanos, baianos e como você se define neste mercado?

Pollyanna – Eu escolhi cantar o que toca o meu coração, o que me faz dançar. Eu sempre fui uma bailarina clássica, apaixonada pelo contemporâneo. Os ritmos africanos, o swing, o samba reggae sempre fizeram parte da minha vida. Eu escolhi misturar um pouco de cada coisa que eu gosto e construir minha identidade única, pois algumas pessoas chamam minha música de axé, outras chamam de música regional, outras de folclore, pop, eu ouço de tudo por ai. Eu prefiro não acreditar em rótulos ou dogmas. Eu prefiro ouvir o meu coração e a intuição, na hora de escolher o meu repertório e os ritmos que vou inserir, de uma maneira clara e homogênea, na elaboração dos arranjos e na produção do meu trabalho.

ABRAMUS – Este ano você foi convidada a participar da tradicional Festa da Música que acontece em Canela – RS. O que isso representa para você?

Pollyanna – Reconhecimento e respeito ao meu trabalho. Afinal a festa da música está completando 8 anos de sua existência e todos os anos os maiores artistas se encontram lá. Estar entre um time consagrado só me leva a pensar que estou no caminho certo.

ABRAMUS – Sabemos que o seu disco digital será lançado para imprensa, músicos e artistas na Festa Nacional da Música. Quando o grande público terá acesso ou poderá participar do lançamento físico?

Pollyanna – Em breve! Provavelmente o lançamento para o público acontecerá até o fim da primeira quinzena de Dezembro de 2012, onde também daremos início à nova turnê e iniciaremos uma preparação intensa para cumprir a agenda de fim de ano, shows corporativos e logo depois intensificar a preparação para o Carnaval 2013.

ABRAMUS – Sabemos que você é muito determinada e tem uma força descomunal. Qual o conselho você daria para quem está iniciando a carreira?

Pollyanna – Determinação, fé e foco. Sonhar, fazer e seguir em frente. Nunca desistir perante os obstáculos que eu sei bem, nesta carreira, são muitos e chegam a ser desgastantes. Planejar tudo até o final e usar cada dificuldade para fortalecer e se manter vivo o trabalho.

ABRAMUS – Você é uma artista completa como já sabemos. Como é ser empresária ao mesmo tempo e abrir a porta da sua empresa para outros artistas?

Pollyanna – É o mesmo que praticar a caridade diária para manter – se um bom equilíbrio. Eu não conseguiria ouvir tantos talentos levando vidas sem dignidade, sem poder realizar os seus sonhos e não fazer nada, nem ao menos tentar. Hoje eu tenho no meu escritório um casting de peso e uma equipe de trabalho totalmente unida, que trabalha muito para viabilizar a minha carreira e dos meus artistas. Acho que tudo isso faz parte do meu “Eu” não ser egoísta. É isso!

ABRAMUS – Sabemos que além de todos esses feitos na música, você hoje é considerada por boa parte do mercado, uma pessoa de visão e sexto sentido apurado. Como é se dividir entre literatura, música e produção?

Pollyanna – Simples responder. Eu amo tudo que eu faço e só faço o que realmente eu quero fazer. Eu adoro dividir – me entre as minhas paixões, adoro ler, escrever, ouvir música, cantar então eu prefiro nem dizer, sou suspeita. E produzir é dar vida aos meus pensamentos e aos dos outros.

ABRAMUS – Soubemos de fontes seguras que você é uma das pessoas envolvidas no processo de lançamento de uma biografia muito esperada pelo Brasil, de Neuzinha Brizola. Poderia nos dizer um pouco sobre isso?

Pollyanna – Sim! A biografia de Neuzinha Brizola foi escrita pelos autores Fábio Fabricio Fabretti e Lucas Nobre. Esse livro é um presente na minha vida, pois graças a ele eu pude conhecer parceiros maravilhosos e hoje eu sou uma pessoa realizada, por ter conseguido inserir-me no mercado literário, através da editora Interface Olympus, sediada em Belo Horizonte e da qual eu faço parte ao lado de João Victor Velloso e uma equipe de peso. O lançamento está previsto para a primeira quinzena de Março de 2013. Esta biografia promete revelações surpreendentes, aguardem!

Para encerrar essa matéria fizemos um ping pong com a artista:

ABRAMUS: Comida favorita?

Pollyanna: Lasanha 4 queijos (Sou igual ao Garfield)

ABRAMUS: Amor?

Pollyanna: Família

ABRAMUS: Religião?

Pollyanna:

ABRAMUS: Família?

Pollyanna: Meu alicerce

ABRAMUS: Uma dor?

Pollyanna: Perder o meu irmão do meio em 2010 e o meu pai em 2012. Uma dor incurável.

ABRAMUS: Sucesso?

Pollyanna: Consequência de um bom trabalho.

ABRAMUS: Um desejo?

Pollyanna: Paz e o fim da miséria no mundo.

ABRAMUS: Sua maior virtude?

Pollyanna: Bom senso.

ABRAMUS: Agradecemos a sua entrevista e pedimos que você nos deixe um pensamento, ou uma frase que te acompanha nesses 14 anos.

Pollyanna: São duas as frases que me acompanham:

1º – Energia Positiva sempre!

2º – Nas mais das vezes aquilo que pedimos aos céus encontra-se em nossas mãos. (Willian Shakespeare)

 

Créditos:

Produção: Energia Positiva Produções Artísticas

Assessoria de imprensa: Track Marketing – Eliana Brito e Tania Figueira

Fotografia: Joaquim Nabuco

Figurino: Casa da Alessa por Deyse Krieger

Make Up: Eduardo Jonatan

Cabelo: Paulo Barros – Chicblub Cabeleireiros

Cenário: Mundo Teatral

Revisão de texto: Editora Interface Olympus, por Celêdian Assis de Sousa.

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER