Regina Benedetti: O Canto da Sereia

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Regina Benedetti: O Canto da Sereia

A paulista Regina Benedetti iniciou sua carreira artística bem cedo; subiu ao palco pela primeira vez aos sete anos de idade. Desde a sua infância, experimentou e vivenciou várias formas de arte tanto na música, quanto no teatro e na dança, se apresentando em diversos festivais desde 1984, dentre eles: SESC Olhar a dança; FiT- Festival Internacional de Teatro; FEM- Festival Nacional de Compositores; Festival Nacional de Música Italiana, dentre muitos outros.

Em 2003 foi para a Itália (cantou, dançou e atuou). No seu retorno teve destaque em diversos Festivais no Brasil especialmente no“Festival Nacional de Música Italiana” em Santa Catarina e em diversos Festivais de MPB conquistando várias premiações como compositora e intérprete. Foi homenageada em 2006 como “Cantora Revelação”, em 2007 como “Cantora de Destaque”, e em 2010 como “Compositora do ano” na região de São José do Rio Preto e noroeste paulista.

Participou em 2011 das comemorações dos 80 anos do “Pai da Bossa Nova João Gilberto” em Juazeiro na Bahia, fazendo show com João Bosco e o Maestro Aderbal Duarte.

Teve seu primeiro CD “Juras” lançado em 2008 além de participações em CDs e DVDs.

Está lançando em 2012 seu segundo CD autoral “O canto da sereia”- Uma homenagem à cultura afro-brasileira pela Guaruba Produções. E esse misto de força e sensibilidade torna Regina Benedetti uma artista muito interessante.

Com canções autorais executadas em arranjos atuais e singulares, Regina Benedetti nos brinda com um apuro musical no melhor sentido da palavra em seu álbum intitulado “O canto da sereia” – uma homenagem à cultura afro-brasileira. Passeando pelos ritmos: samba de roda,ijexá, xote, baião,  maracatu e outros, partindo dos toques tradicionais de capoeira, vocalização e palmas,resgatando referências estruturais e históricas do negro na formação étnica e cultural  do Brasil. Ao total são 12 canções e algumas homenagens imprescindíveis. Produção do também associado Abramus, Toni Giannini.

Para saber mais desta grande artista, acesse: www.reginabenedetti.com

Fonte: Site Oficial da artista

 

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER