Festival de Inverno de Paranapiacaba

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Festival de Inverno de Paranapiacaba

Julho é o mês do Festival de Inverno de Paranapiacaba, promovido pela Prefeitura de Santo André com a parceria do SESC Santo André. Este ano, o Festival acontece nos finais de semana entre os dias 14 e 29, e apresenta diversos shows de variados gêneros, com grandes artistas, no teatro do Clube União Lyra Serrano, com entrada Catraca Livre.

Confira os artistas associados à ABRAMUS que participarão do evento:

Sábado 14 de julho

The Mockers: Foi por amor aos Beatles que Rian Batista, Regis Damasceno e Clayton Martin – todos integrantes da banda Cidadão Instigado – se juntaram para este projeto intitulado The Mockers. A idéia é tocar em trio as canções que os Beatles jamais executaram ao vivo.

Hurtmold: Formada em 1998, com base no rock, mas empilhando outras diversas referências, a banda se utiliza de inúmeros instrumentos, resultando numa sonoridade de forte caráter orgânico, recheado de texturas, ora tensas ora delicadas e sempre aberta a improvisações.

Sábado 21 de julho

João Donato: “Sambolero”, o novo CD de João Donato, compositor, pianista e arranjador, excursiona por uma fração de sua obra selecionada, literalmente, a dedo pelo pianista. Entre outros gêneros, navega do samba ao bolero e aporta na velha bossa-nova e na eternidade do jazz.

Domingo 22 de julho

Banda Mantiqueira, com participação de Fabiana Cozza: O show homenageia nossos mais significativos compositores, como Noel Rosa, Ary Barroso, Dorival Caymmi, Wilson das Neves, Adoniran Barbosa, João Bosco, Chico Buarque, etc.

Sábado 28 de julho

Gross: Guitarrista, backing vocal e um dos compositores da banda Cachorro Grande, Gross apresenta seu trabalho solo no show, com um “power trio”, que conta com músicos renomados da cena paulista.

Maogani e Renato Braz: O Quarteto Maogani de Violões, criado em 1995, tem como marcas registradas sua sonoridade inconfundível, com elaborados arranjos – criados por seus próprios integrantes – e as interpretações que unem a delicadeza e os cuidados da música de câmera ao vigor e à espontaneidade da música popular.

Para mais informações, acesse: http://catracalivre.folha.uol.com.br/2012/06/festival-de-paranapiacaba-reune-grandes-nomes-da-musica/

Fonte: Catraca Livre

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER