Hurst e Músicas do Brasil vão doar parte de seus direitos autorais para a campanha Percentual Solidário

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Hurst e Músicas do Brasil vão doar parte de seus direitos autorais para a campanha Percentual Solidário

Publicado em 14/05/2021

Organizada pela Abramus, ação visa ajudar profissionais da cultura que passam dificuldades desde o início da pandemia. Arrecadação será usada para compra de cestas básicas

A Hurst Capital e seu braço de investimentos no setor fonográfico, Músicas do Brasil, vão doar parte dos seus direitos autorais de execução pública para a campanha Percentual Solidário. A estimativa é que a doação da Hurst Capital e do Músicas do Brasil colabore com seis toneladas em cestas básicas para a campanha organizada pela Abramus.

A ação visa ajudar profissionais da cultura que tiveram suas fontes de renda duramente comprometidas desde o início da pandemia, como músicos, técnicos de som, roadies e iluminadores, entre outras atividades. Todo o valor arrecadado será convertido em cestas básicas, distribuídas por projetos parceiros em Salvador, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e Belo Horizonte.

Os valores doados serão referentes à arrecadação dos meses de maio, junho e julho de 2021. O período, porém, poderá ser prorrogado mediante aprovação dos envolvidos. Cada participante detentor de direitos autorais deve definir uma obra e doar um percentual qualquer, a partir de 5%. “A Hurst e a Músicas do Brasil não poderiam ficar de fora desta campanha. Temos consciência das necessidades da classe artística que tanto contribui para a nossa cultura. E a cultura é a responsável pela formação de uma identidade genuinamente nacional, sem a qual não é possível manter a unidade de uma nação”, afirma Arthur Farache, CEO da Hurst.

Primeira plataforma do Brasil especializada em ativos alternativos, a Hurst, por meio da Músicas do Brasil, também é pioneira em oferecer a opção de investimentos em royalties musicais no mercado nacional. Em seu portfólio, entre outros, estão direitos de compositores e intérpretes da música brasileira como Paulo Ricardo, Luiz Avellar, Philipe Pancadinha e, mais recentemente, Toquinho, que foi parceiro de Vinícius de Moraes e é autor da famosa música Aquarela. Ao todo são mais de 20 mil obras e fonogramas com grande diversificação por público e gênero musical.

Esta é a segunda iniciativa em favor dos artistas organizada pela Abramus. No ano passado, a entidade desenvolveu a Campanha Artística Humanitária que angariou valores por meio de doações e leilão de peças de artistas. Da mesma forma que na campanha atual, o dinheiro arrecadado foi usado para aquisição de cestas básicas, distribuídas para projetos que atendiam o setor cultural. Na ocasião, foram beneficiados técnicos de som, iluminadores, bilheteiros, carregadores, seguranças, músicos entre outras funções, em sete Estados brasileiros.

Já aderiram à campanha Percentual Solidário 30 autores associados a Abramus, como Lulu Santos, Roberto Menescal, Roberto Frejat, Ivan Lins, Danilo Caymmi e Daniela Mercury, além da gravadora e editora Deck.

Sobre a Hurst

A Hurst é uma fintech fundada em 2017 por profissionais que vieram do mercado financeiro e que se dedicaram a criar tecnologia para originar, estruturar e distribuir ativos alternativos, como precatórios, recebíveis, imóveis e, mais recentemente, royalties de música. Ao todo, a plataforma, líder em Investimentos em Ativos Reais na América Latina, já originou mais de R$ 600 milhões para mais de 3.000 investidores de 10 países. Em 2020, a originação atingiu a marca de R$200 milhões.

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER