Fundação Raimundo Fagner completa 20 anos.

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Fundação Raimundo Fagner completa 20 anos.

Publicado em 04/11/2020

A Fundação Raimundo Fagner foi criada em abril de 2000 na cidade de Orós numa iniciativa do cantor e compositor, que, preocupado com o contexto de pobreza e exclusão social das famílias do município, resolveu investir na educação integral para o desenvolvimento de crianças e adolescentes  de 7 a 17 anos, em situação de risco social, matriculados na rede pública de ensino. 

Tendo a arte como centralidade no processo educativo, iniciou suas atividades  em parceria com a Fundação Banco do Brasil/Programa AABB Comunidade. A partir de 2003, com a implementação da Fundação na periferia de Fortaleza e a conquista de novos parceiros financiadores, decidiu-se pelo fortalecimento das ações da entidade através do Projeto Aprendendo com Arte, com foco na música. 

Foto: Antonio Carlos

Atualmente atende a um público de 400 crianças e adolescentes  em situação de vulnerabilidade social. 

O Projeto conta com diversos espaços destinados ao desenvolvimento das ações culturais e educativas em Orós e Fortaleza

Fortaleza 

Um espaço com 7.000 m² de área, adaptado especialmente para o desenvolvimento das atividades a que se propõe a Fundação, situado no bairro Parque Itamarati, na periferia de Fortaleza. Dispõe de salas de aulas equipadas (música – flauta, violão, coral, percussão e história da arte), salas de som e vídeo, acompanhamento da leitura e da escrita, literatura, laboratório de informática (informática básica, música e tecnologia), além de piscina, campo de futebol, parquinho e áreas de lazer. Abriga ainda a exposição Raimundo Fagner – Vida e Obra, constando o acervo de 30 anos de carreira do cantor e compositor Raimundo Fagner – Presidente da Fundação.

 Orós 

Um espaço de 3.100 m² de área, com quadras poliesportivas, de futebol, vôlei, tênis, piscina, salas de atividades artísticas e educacionais, laboratório de informática, biblioteca e videoteca. Desenvolve suas ações através do “Projeto Aprendendo com Arte” – uma proposta de educação em arte que visa promover o desenvolvimento humano, o pensamento artístico e a percepção estética através de oficinas de sensibilização nas diversas áreas artísticas e se faz presente cotidianamente na vida das 400 crianças e adolescentes atendidos nas cidades de Orós e Fortaleza, Ce.

Foto: Antonio Carlos

Público Beneficiado 

São 400 crianças e adolescentes, na faixa etária de 07 a 17 anos, na área urbana e rural. O principal critério é estar matriculado e frequentando a escola pública. Como a ideia da Fundação é a formação continuada e a demanda ser alta, são selecionadas crianças alfabetizados entre 8 e 10 anos, residentes no entorno, oriundos de famílias de baixa renda (inferior a um salário mínimo) e, prioritariamente, de uma estrutura familiar diferenciada (muitos deles são criados pelos avós).  E ainda com o intuito de atender a família de uma forma mais ampla, irmãos dos educandos que já participam do projeto também tem prioridade na seleção. 

O Projeto Aprendendo com Arte

O objetivo do projeto é contribuir para a criação de condições e oportunidades para que crianças e adolescentes nas cidades de Fortaleza e Orós – Ceará possam desenvolver plenamente o seu potencial como pessoas, cidadãos e futuros profissionais

O Projeto Aprendendo com Arte é pautado na arte educação. Uma proposta que vê na arte um forte aliado na socialização das crianças e dos adolescentes. A arte como elemento indutor da cidadania, da criação e construção de novos sentidos para a existência humana. Nesse foco, é do conhecimento de todos que crianças e adolescentes que vivenciam projetos de educação têm condições de desenvolver sua sensibilidade, percepção e imaginação e encarar os desafios cotidianos de maneira criativa e prazerosa, atribuindo a suas vidas novos significados. 

A lógica do Projeto é simples: gerar um ambiente de oportunidades e de convivência artística e cultural mediante a descoberta e o aprendizado contínuo através de oficinas de Música (Flauta, Violão, Percussão e Canto Coral), Corpo (Expressão corporal e esportes), Expressão corporal (Teatro e esportes) Literatura, Leitura e escrita, História da arte, Criação e arte e Formação cidadã. Tudo isso aliado ao conhecimento específico da Arte, dos movimentos artísticos e culturais, da literatura, da poesia e outros.  O Projeto Aprendendo com Arte, portanto, é uma proposta que materializa todos esses desejos e se faz presente cotidianamente na vida das 400 crianças e adolescentes atendidos, ampliando os conhecimentos existentes e produzindo outros para elaborar um novo fazer artístico. 

Foto: Antonio Carlos

Atividades realizadas 

Aulas de Canto Coral, Flauta, Violão, Teoria musical, musicalização, prática em conjunto, expressão corporal, Informática, Leitura e escrita, formação cidadã, criação e arte, literatura e história da arte são atividades desenvolvidas dentro do plano pedagógico que visa à integração entre cultura, tecnologia, educação formal e formação, da consciência reflexiva da realidade vivida pelo educando. 

O Projeto Pedagógico

A proposta pedagógica do projeto é baseada, sobretudo no trabalho de Paulo Freire, na proposta da UNESCO de desenvolvimento de competências (pessoal, social, cognitiva e produtiva)  e na “pedagogia da presença”, proposta pelo prof. Antônio Carlos G. da Costa, que inclui elementos do Protagonismo Juvenil. 

A metodologia do projeto propõe o estudo da história da arte através dos períodos históricos: Renascença, Barroco, Clássico, Romântico, Moderno, Contemporâneo. Uma proposta movida pelo desejo da socialização cultural, visto que a grande maioria do público atendido não tem acesso a este tipo de conhecimento. 

Os resultados alcançados

 Desde sua criação a fundação investe no crescimento pessoal, social e humano de seus participantes. É de conhecimento de todos que iniciativas de educação que trabalham com arte têm potencial transformador exponencial. Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Projeto Aprendendo com Arte, garante as condições do pleno desenvolvimento do cidadão haja visto, o constante contato e usufruto dos meios de produção, difusão e preservação das expressões artísticas e culturais  da região.  Um ambiente de valorização das potencialidades pessoais, transformando conhecimento em prática e intervenção consciente no projeto de vida de cada participante do projeto. O alto índice de rendimento escolar provam que a mudança acontece. A parceria com escolas, família, entidades civis e públicas de Assistência e acompanhamento (CRAS), também fazem parte deste percurso e funcionam como pontos de sustentação e garantia da continuidade qualitativa do Projeto. 

Foto: Antonio Carlos

Hoje, muitos dos jovens que estiveram no projeto já atuam no mercado de trabalho e permanecem construindo sua carreira, fruto do incentivo para que educandos do ensino médio ingressam em cursos técnicos e superiores de formação.  Esta mudança de perspectiva tem demonstrado que o Projeto Aprendendo com Arte foi relevante para que a comunidade e famílias entendam a importância da educação na construção do projeto de vida de seus filhos. Experiências demonstram que muitos jovens contribuem com mais de 50% da renda familiar e proporcionam a mudança na qualidade de vida de pais e familiares.

 A Fundação Raimundo Fagner acredita que os projetos culturais, especialmente os alicerçados na metodologia da arte-educação, têm demonstrado o enorme poder transformador nos processos de resgate social de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.  Nos 20 anos de atuação, a Fundação Raimundo Fagner vem contribuindo para o desenvolvimento social e cultural de crianças e adolescentes participantes do programa.

Prêmios

Ponto de Cultura (2005); Prêmio Escola Viva (2007); Prêmio de apoio a pequenos eventos e Ponto de Valor, do Ministério da Cultura/PNUD (2009); Criança Esperança (2006), Prêmio Itau/Unicef – vencedor nacional (2009); Programa Escola Associada a UNESCO 2012, Vencedor nacional do Prêmio ODM (2014) e do Prêmio Ponto de Cultura em 2019 pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER