Gustav Klimt

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil

ASSOCIE-SE

Faça parte da maior associação de música e artes do brasil


ASSOCIE-SE PESQUISA DE OBRAS CADASTRO DE OBRAS ISRC
VOLTAR

Gustav Klimt

Por Pedro Nuim

Klimt é reconhecido como o artista mais emblemático do estilo art nouveau. A pintura sexual e exuberante que criava simboliza sua época e inspirou o cineasta Raoul Ruiz, que dirigiu o filme “Klimt”, retratando a vida do artista com John Malkovitch no papel principal.

Nascido em 14 de julho de 1862 na cidade de Baumgartem (Áustria), Gustav era filho de família pobre. Aos 14 anos iniciou seus estudos artísticos e em 1891 foi contratado para pintar a escadaria do Museu Histórico de Arte de Viena. Em 1897 fundou o grupo Secessão e um ano depois, os membros realizaram a primeira mostra. Com a renda, construíram uma sede para o movimento, chamada de “Palácio da Secessão”.

Reconhecido pela sociedade vienense, Klimt pintou uma série de retratos polêmicos, em que ilustrava mulheres nuas. Entre eles, estão os de Emilie Flöger, modelo com quem teve um envolvimento, e o quadro O Beijo, pintado entre 1907 e 1908, considerado por muitos sua obra-prima. Esta obra representa o próprio artista com sua amante e marca o auge de sua carreira, tornando-se símbolo do movimento da Secessão. Foi pintada com óleo e folha de ouro sobre tela, com dimensões de 180 cm x 180 cm.

Gustav Klimt faleceu no ano de 1918, vítima de um ataque de apoplexia.

SIGA-NOS NAS
REDES SOCIAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER