Concurso de Dramaturgia Feminina 2014

 

 

 

 

 

dramaturgiafeminina2014 - Cabeçalho Edital

E D I T A L

*     *     *     *     *

Na Grécia Antiga, há 3.000 anos,
Hécuba apresentava a suas Troianas um modelo de Mulher:

Todos os bens que dão valor à mulher / eu me empenhava em praticar no lar de Heitor./
De início, há lugares que uma esposa,/ mesmo procedendo bem, só por freqüentar /
merece a acusação de não se dedicar à casa./ Longe de procurar lugares desse tipo /
eu ficava só no lar e tinha mil cuidados / para impedir que transpusesse suas portas /
a vil maledicência própria das mulheres./

Uma boca silenciosa, um rosto sempre sereno, 
eis o que eu oferecia a meu esposo.

Essa imagem de silêncio, repressão, passividade e submissão é o oposto da que, 20 séculos depois, a geração feminina dos anos 60/70 viria exibir, ao fazer de sua fala, de suas manifestações e de sua ação, uma outra forma, ativa e diversa, de estar presente no mundo.

O que traria grandes transformações não só na visão da figura feminina como em sua relação com o parceiro masculino e demais relações dentro da sociedade e da cultura. Transformações que iriam também, necessariamente, mudar sua expressão na cena que espelha sua ação neste mundo – o teatro.

Um desafio para os autores que buscavam retratar essa personagem e sua nova forma de ser e agir. Um desafio sobre tudo para as autoras que começavam a se expressar, a ser vistas e ouvidas, não mais faladas “por”, e sim “assumindo fala própria e diversa”.

A noção da Diferença viria a permear o discurso feminino e trazer um dado novo e revelador à riqueza da pluralidade, da diversidade e da troca que marcariam as décadas finais do século.

Conhecer, portanto, as autoras que as expressaram, com marca própria de visão e fala, é algo não só necessário e válido, como pode ser fecundo e gerador de novos rumos.

A partir dessas premissas, que estão entre os fundamentos permanentes de sua atuação na área sociocultural, o Projeto Anna Magnani, criado e coordenado por Maria Helena Kühner e aProAutores.com, nascida na Argentina que, desde 2010, está voltada para a promoção dos autores, de e em toda a América Latina, contataram-se à “La Scrittura della Differenza”.

Este evento nasceu em Barcelona (Espanha) em 1999, em colaboração com a SGAE (Sociedad General de Autores y Editores), estendeu-se à Itália, daí se ampliou a vários países da América Latina (abrangendo hoje 8 países), e é organizado pela Compagnia Teatrale Metec Alegre e dirigido pela dramaturga Alina Narciso.

E é dessa coincidência de objetivos que já resulta o Capítulo Brasil do Concurso de Dramaturgia Feminina 2014, aberto à participação de autoras de todo o Brasil, com a missão de difundir e promover, tanto no país quanto no exterior, as dramaturgas brasileiras.

Sem dúvida este Concurso, por sua importância e características,  marcará um importante acontecimento, desde o que aumentará a visibilidade da criação cultural de nossas autoras, projetando-as a futuros  eventos internacionais, bem como trazendo à cena sua temática, visão, realidade e linguagem, que serão objeto de uma programação multimídia (publicações, leituras, debates, veiculação em rádio etc.) de cunho e abrangência nacional.

  1. Premiação para a Ganhadora do Concurso:
  • Passagens aéreas (para ela e acompanhante) e estadia de três (3) noites, em Buenos Aires (ou Rio de Janeiro, se acaso).
  • Troféu e Diploma
  • Edição e publicação, gráfica e informatizada, de sua obra e correspondente difusão no Brasil e no exterior.
  • Inclusão da obra em um “Ciclo de Leituras Dramatizadas”, a ser realizadas com elenco profissional, em data a estabelecer.

Gravação em rádio, para veiculação da obra premiada em 96 emissoras públicas e 400 rádios comunitárias.

  1. Premiação para a Segunda e Terceira colocadas no Concurso:
  • Placa comemorativa e Menção Honrosa
  • Edição e publicação, gráfica e informatizada, de sua obra e correspondente difusão no Brasil e no exterior.
  • Inclusão das obras em um “Ciclo de Leituras Dramatizadas”, a ser realizadas com elenco profissional, em data a estabelecer.

Gravação em rádio, para veiculação das obras premiadas em 96 emissoras públicas e 400 rádios comunitárias.

  1. Premiação para as outras sete (7) classificadas:
  • Certificado de Classificação como Finalista
  • Inclusão das obras em um “Ciclo de Leituras Dramatizadas”, a ser realizadas com   elenco profissional, em data a estabelecer.

Gravação em rádio, para veiculação das obras premiadas em 96 emissoras públicas e 400 rádios comunitárias.

As premiações deste Concurso serão anunciadas publicamente na

VII Bienal Internacional de Dramaturgia Feminina

“La Scrittura della Differenza”

que ocorrerá na Havana – Cuba, de 8 a 15 de março de 2015

  1. Poderão participar obras teatrais originais, ou seja, não serão aceitas traduções nem adaptações. A temática é livre.Serão aceitas obras de qualquer gênero teatral (drama, comédia, monólogo, infanto-juvenil etc.etc.)

      5. Será aceita somente uma obra por autora, que a assinará com pseudônimo.

      6. As obras deverão ser apresentadas em papel tamanho A-4, fonte Arial corpo 12, espaço 1,5 e com duração prevista de 60 a 90 minutos.

  1. As autoras deverão enviar por correio registrado um envelope contendo:
  • Uma sinopse geral da obra.
  • Três (3) exemplares espiralados com páginas numeradas,
  • Um CD-rom com os textos da sinopse e das obras gravadas.
  • As autoras premiadas e as classificadas finalistas, deverão apresentar dentro dos quinze dias de notificadas, um documento -com firma reconhecida ante cartório- autorizando a que a sua obra possa ser amplamente divulgada, mencionando a identidade da autora. Esta divulgação poderá ser feita através de todos e qualquer canal que o Comitê Organizador achar conveniente, em forma isolada ou em conjunto, como mídia impressa, e-books, internet, rádios e televisão.
  • Eventual Montagens das obras – Se for de interesse mútuo as autoras premiadas e Comitê Organizador poderão encaminhar as obras para serem  encenadas, nas seguintes condições: Prazo – 1 ano * Avaloir R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) * Percentual de bilheteria 20% (vinte por cento).
  1. As autoras incluirão no envio dos três exemplares, um outroenvelope fechado, em cujo exterior consignará só seu pseudônimo e o título da obra apresentada.

No interior desse envelope deverão colocar os seguintes dados:

  • Nome e Sobrenome
  • Número de documento de identidade
  • CPF
  • Residência (rua, número, piso, apto., cidade e estado
  • Telefone fixo e/ou celular
  • e-mail
  • Um breve currículum vitae

Uma declaração jurada, de próprio punho e assinada, que garanta que a obra é inédita à data do encerramento do edital (30 de novembro de 2014), bem como que a mesma não viola qualquer propriedade intelectual existente, cujo conteúdo possa levar a uma ação judicial ou reclamação.

  1. Os três exemplares encadernados e o envelope fechado com os dados pessoais, deverão ser enviados por correio postal registrado, até o dia 30.11.2014 a:

Concurso de Dramaturgia Feminina
Rua Miguel Lemos, 114 / 902
22071-000 – Rio de Janeiro – RJ

O carimbo postal validará a data de recepção, caso a entrega se realize com posterioridade ao dia 30.11.2014.

  1. As autoras assumirão total responsabilidade perante qualquer reclamação por suposto plágio ou outro tipo de reivindicação, que possa ocorrer contra a organização do Concurso e/ou seus representantes legais.
  2. As obras apresentadas não serão devolvidas.
  3. O Júri, formado por três personalidades de gabarito, escolherá as dez (10) obras finalistas e, entre estas, as três (3) obras vencedoras.

Este Júri expedir-se-á no dia 16 de fevereiro de 2015.  Até que o Júri não conclua sua função, as peças apresentadas neste concurso não poderão ser encenadas nem apresentadas em outro concurso.

  1. Posteriormente, na presença de um tabelião, será realizada a abertura dos envelopes correspondentes, para conhecer e divulgar publicamente as identidades da Ganhadora do Concurso, das duas Menções Honrosas e das restantes finalistas.

A decisão do Júri será inapelável e qualquer circunstância não prevista nestas bases, será resolvida pelo Comitê Organizador.

  1. A participação neste Concurso, implica o conhecimento e aceitação de todas as cláusulas deste Edital e o compromisso de seu cumprimento.
  2. O ato de entrega dos prêmios ocorrerá durante o mês de abril de 2015 no lugar e dia a determinar. Os nomes das ganhadoras bem como das finalistas, serão publicadas no site www.proautores.com  e também em  www.facebook.com/proautores.

16. Para maiores informações, as participantes poderão entrar em contato com a Coordenadora do Concurso, Sra. Maria Helena Kühner, por e-mail: dramaturgia@proautores.com  ou pelo telefone: (21) 3025-2402

 

 

 

A ABRAMUS diminui o percentual societário para a distribuição dos acordos NET e CLARO TV

A ABRAMUS – Associação Brasileira de Música e Artes – comunica a diminuição do percentual societário de 6% para 5% exclusivamente para as distribuições dos acordos NET, que será feito em novembro/2014, e CLARO TV, que será feito em dezembro/2014.

 

Desta forma, do total arrecadado:

80% serão repassados aos titulares ABRAMUS.

15% serão destinados ao ECAD.

5% serão destinados à associação.

Esta é mais uma das ações da ABRAMUS para beneficiar os seus titulares!

ABRAMUS cria Conselho de Associados

São Paulo, 14 de outubro de 2014 – A ABRAMUS, Associação Brasileira de Música e Artes, elegeu no dia 14 de outubro, em São Paulo, seu Conselho de Associados, de caráter consultivo. 33 candidatos disputaram 5 das 7 vagas do Conselho. Outros dois foram escolhidos pela diretoria. Os conselheiros foram eleitos pelos próprios associados e têm mandato de um ano, renovável por mais dois períodos consecutivos.

O Conselho tem como objetivos ampliar a participação dos associados, dando ainda mais transparência em relação aos procedimentos da ABRAMUS, discutir, sugerir, debater e apontar soluções para a melhoria do sistema de gestão coletiva e da própria administração, além de acompanhar os trabalhos da entidade e da diretoria.

Associados eleitos:

Autor – César Rodrigues

Intérprete – Ivan Lins

Músico Executante – Daniel Carlomagno

Editor – Universal Music Publishing (representada por Marcelo Falcão)

Produtor Fonográfico – Dueto Edições Musicais (representada por César Vieira)

Associados indicados pela Diretoria:

Paulo Rosa (ABPD)

Roberto Frejat

 

Este Conselho marca o esforço da ABRAMUS em trazer os seus associados para participarem da associação e do funcionamento da gestão coletiva.

 

Você encontra mais detalhes sobre o Conselho de Associados aqui:

http://www.abramus.org.br/institucional/8971/conselho-de-associados/

 

Membros do Conselho de Associados

Foto: Fabiana Nascimento

20141014_160920

Da esquerda para direita: Paulo Rosa (ABPD), César Vieira (Dueto Produções), Marcelo Falcão (Universal Music), Ivan Lins (Intérprete), César Rodrigues (Autor) e Daniel Carlomagno (Músico)

 

Conselho de Associados – Transmissão ao vivo

Acompanhe a transmissão ao vivo do evento

Parceria ABRAMUS e Fábrica de Sucessos

A ABRAMUS é parceira da Fábrica de Sucessos. Criada com a finalidade de encurtar o caminho entre o compositor e o intérprete, a Fábrica de Sucessos é uma plataforma digital que reúne os maiores compositores dos mais variados gêneros, dando ao pequeno e grande compositor o espaço de mostrar suas obras inéditas e as disponibilizando no mercado fonográfico para os maiores intérpretes da música brasileira e até mesmo aqueles que estão começando e precisam de músicas para seus álbuns, encurtando o caminho e ganhando tempo na escolha do repertório sem sair de casa.

Filiados da ABRAMUS tem 30% de desconto! Para saber mais, acesse o site: www.fabricadesucessos.com

Contato:

(11) 4193-3487 ou contato@fabricadesucessos.com

fabrica_de_sucessos

Nova regra no Cadastro de Fonogramas

 

A regra para o cadastro de fonogramas sofreu uma alteração. A nova regra favorece o Intérprete que também é Músico Acompanhante. Confira abaixo:

comunicado_fonogramas

Janaynna Targino grava novo DVD em São Paulo

Diversas participações, faixas inéditas, medleys de sucesso  e música eletrônica ditam o tom do segundo DVD de Janaynna. A cantora deixou de lado toda a ansiedade da nova fase profissional e decidiu focar na gravação deste trabalho, a data marcada para o reencontro com seu público é dia 22 de setembro, no Coração Sertanejo, em São Paulo.

A mistura de ritmos é bem comum na formação musical de Janaynna, cresceu ouvindo música sertaneja, rasqueados, guaranêas e com o passar do tempo incluiu novas batidas em seu trabalho. “A carne é fraca” (Diney Alves) com participação de Jorge Mateus projetou a cantora em nível nacional e mostrou um pouco de sua musicalidade, eclética e segura. Natural de Campo Grande/MS, aos nove anos, ela foi tocada por dois fortes sentimentos: paixão e intensa necessidade de se envolver com a música. Foi assim que começou a cantar, naturalmente. Com 14 anos Janaynna já se apresentava profissionalmente nos bares de sua cidade e em resposta as plateias sempre cheias, sentiu que era o momento de gravar o primeiro CD de sua carreira, “Hora do rodeio”, trabalho que abriu portas para a cantora no mundo country das festas de peão e feiras agropecuárias.

Hoje, aos 28 anos ela tem plena consciência de que sem o apoio da família, em especial de seu pai, não haveria encontrado estradas para trilhar e alcançar seu grande sonho, cantar e mostrar sua arte, afinal, como ela mesma costuma dizer, a música não tem fronteiras e envolve todos os sentimentos. O segundo CD foi gravado em parceria com o irmão, Cléber Jr & Jannayna, a dupla durou cerca de dois anos e de lá pra cá, outros 4 trabalhos já foram gravados pela cantora como artista solo, entre eles em 2009 o CD/DVD “Se Liga ao Vivo em Campo Grande”, lançado pela Sony Music e produzido por Dudu Borges, projetou a cantora de Campo Grande para o Brasil.

Em 2014, vivendo uma fase mais madura, tranquila e experiente, ela está prestes a concluir outra etapa de sua vida profissional, Janaynna gravará seu segundo DVD, sétimo trabalho de sua carreira, em agosto na cidade de São Paulo.

Serão cinco participações especiais de artistas que ela admira e respeita, Eduardo Costa, Cristiano Araújo, Léo Magalhães, Eder Brandão e os companheiros de escritório, Raça Negra. O repertório traz em torno de 20 faixas. Serão 14 inéditas, dois medleys de regravações baseados nas músicas de raiz, rasqueado e guarânias, três releituras – “Fazer igual o gato”, “A carne é fraca” e “Sexto sentido”, e o grande diferencial da cantora, um bloco de músicas eletrônicas produzido pela própria Janaynna. No repertório duas músicas são de autoria da própria cantora, “Vida minha”, escrita em parceria com seu irmão caçula Leo Targino e Carlos Dias e “Vai ser bom assim lá em casa”, também com Carlos Dias.

Onze músicos acompanham a cantora em palco. Neste trabalho a produção musical é do Wlajones Carvalho, direção de vídeo do Anselmo Troncoso e o cenário é assinado por Zé Carratu, o visual contará com bastante tecnologia, extensão do palco com formato inédito contemplado por tecidos em desenhos exclusivos para Janaynna. A direção geral ficará por conta do Carlos Dias, Allan Caramaschi a Coração produções e eventos.

 janaynna

Serviço – DVD Janaynna

Data 22 de setembro a partir das 22h30

Local:   Coração Sertanejo

Avenida Atlântica, 4095 – Interlagos, São Paulo – SP, 04772-005  (11) 5666-1937

(Texto cedido pela assessoria de imprensa)

General BoniMores vence Samsung E-Festival e Realiza Show neste domingo em SP

A General BoniMores vai pousar no palco do Auditório Ibirapuera, em São Paulo, no próximo domingo (14). A banda, filiada à ABRAMUS, é a vencedora do Samsung E-Festival, na categoria canção e fará show open air ao lado de Gilberto Gil. A canção premiada foi “Dia Feliz”, conhecida entre os fãs como “a música do balão”. Após ser selecionada pela curadoria do festival, ficou entre as cinco finalistas e venceu através do voto popular.

“Dia Feliz” e outras nove faixas estão no primeiro álbum da General BoniMores, lançado em dezembro de 2012, que tem download disponível em www.generalbonimores.com. O clip da canção saiu em 2013, produzido pela Film Journée, com uma mistura de animação gráfica e realidade, e logo estava concorrendo entre os melhores clips gaúchos daquele ano. Em 2014, chegou ao mercado o 1º compacto em vinil da banda, fabricado no exterior e lançado nacionalmente pelo 180 Selo Fonográfico e, também, o novo single “Chance”, com clip gravado ao vivo. Nos planos do quinteto está a gravação do segundo álbum, ainda em 2014. A premiação do Samsung E-Festival inclui turnê de shows pelo Brasil, divulgação nacional, plano de carreira e prêmio em dinheiro. O segundo e terceiro lugar da categoria ficaram, respectivamente, com Camila Masiso, de Natal/RN, e Pão de Hambúrguer, de Curitiba/PR.

DSC_2017_02

(Foto: Guto Escobar)

Inspirados em grandes nomes da MPB, folk, soul gospel e rock’n’roll clássico e nacional, os “generais” mostraram seu talento autoral desde suas primeiras apresentações, no ano de 2010, em Passo Fundo/RS. Em seus shows, cheios de energia, costumam mesclar canções autorais com homenagens, tocando músicas de outras bandas que eles mesmos curtem, como Legião Urbana, The Beatles, Stones, Bob Dylan, Mutantes, Titãs, Raul Seixas, Neil Young, entre outros. No latim, “Boni Mores” significa bons costumes, maneiras. Além de bons costumes e profissionalismo, a General BoniMores traz em sua bagagem boa música, qualidade técnica e carisma. Decididos a seguir os caminhos sinuosos do Rock, cantam a realidade da vida, seus amores, descaminhos e transcendência, sempre com bom humor e esperança.

Acompanhe a General BoniMores:

SiteFacebookTwitterYoutubeSoundCloudInstagram

(Texto cedido pela Assessoria de Imprensa da banda)

General-BoniMores-2

(Foto: Guto Escobar)

80 Anos de João Donato

João Donato comemora 80 anos de vida e de muita música! Conhecido como o grande pianista que é, Donato também é acordeonista, arranjador, cantor e compositor.

Nascido em 17 de agosto de 1934, em Rio Branco (AC), João Donato de Oliveira Neto se relacionou com a música desde cedo. Aos cinco anos já tocava acordeom.

A música está no DNA de sua família. Seu pai, piloto de avião e major da aeronáutica, tocava bandolim como hobbie. A mãe cantava e as irmãs se envolveram nos estudos de piano e letras.

Quando o músico tinha 11 anos a família se mudou para o Rio de Janeiro onde fez amizade com grandes nomes da Bossa Nova como João Gilberto, Tom Jobim, Vinícius de Moraes e Johnny Alf.

João Donato está em atividade há mais de 50 anos e já contribuiu muito para o cenário musical brasileiro. Trabalhou como arranjador para grandes artistas da MPB; e entre suas composições, as mais consagradas estão “Amazonas”, “Lugar Comum”, “Simples Carinho”, “Até Quem Sabe” e “Nasci Para Bailar”.

Em comemoração aos seus 80 anos, João Donato lançou o novo álbum “Live Jazz In Rio” em show especial realizado no Circo Voador, Rio de Janeiro (RJ), no último dia 20 de agosto. O show contou com várias participações e convidados especiais como Caetano Veloso, BNegão, Luiz Melodia, etc. No palco, além dos convidados especiais, não poderia faltar, é claro, o seu piano de madeira curupixá original da Amazônia.

joaodonato_festa_30anos

(João Donato na Festa de 30 anos da ABRAMUS)

A ABRAMUS Diminui o Percentual Societário

A ABRAMUS – Associação Brasileira de Música e Artes – comunica que a partir do mês de Setembro de 2014, o percentual relativo à taxa operacional será de 6%.

Percentuais estipulados pelo ECAD:

77,5% são repassados aos titulares filiados às associações que a integram;

15,61% são destinados ao ECAD;

6,89% são destinados às associações;

Percentual adotado pela ABRAMUS

Da porcentagem destinada à ABRAMUS, 0,89% será repassado de bônus para seus titulares.

A ABRAMUS está sempre buscando conciliar um trabalho de qualidade a melhores taxas para beneficiar os titulares.

6_setembro